Monthly Archives: February 2013

“Laurence para sempre”, de Xavier Dolan

xavier dolan laurence para sempre

Velha e tão esquecida lição: a sinopse de um filme quase nunca condensa o essencial da sua aventura temática e estética. Que acontece neste “Laurence anyways”? Um homem, Laurence Alia de seu nome, escritor e professor de literatura, confessa à sua companheira, Frederique, que já não aguenta mais, precisa de Continue reading

Advertisements

“En corps”, de Eve Risser, Benjamin Duboc e Edward Perraud

capa eve risser benjamin duboc edward perraud en corps

Risser, Duboc e Perraud tratam, num dispositivo praticamente antipodal com o da maior parte da improvisação não idiomática, de uma música vestigial que só na aparência emprega uma metodologia reducionista. A sua audição assemelha-se muito à experiência de Continue reading

“360 – A vida é um círculo perfeito”, de Fernando Meirelles

capa fernando meirelles 360

Perversamente, o mercado gerou um novo modelo de (in)visibilidade: o filme que não funciona nas salas… “360” é um belo exemplo desses objetos erráticos que, de tão nostálgicos ou tão futuristas (será a mesma coisa?), parecem não encontrar lugar estável no Continue reading

“A passo de caranguejo” e “Construir o inimigo”, de Umberto Eco

capa umberto eco construir o inimigo

Somos seres “que têm necessidade de um inimigo”. Somos seres para quem o “Outro” é insuportável, pois não é “Nós”. Reduzindo o “Outro” a “Inimigo”, assim “construímos o nosso inferno na terra”, escreve Umberto Eco. Se o título nos remete de imediato para um dos romances do autor, “O cemitério de Praga”, e se os textos reunidos neste “Construir o inimigo”, evocam, na extrema diversidade temática, as suas Continue reading

“As bailarinas”, de Bertrand Blier

bertrand blier as bailarinas

Estranha e saborosa ironia de um filme de 1974: “As bailarinas” (título original: “Les valseuses”) não será uma das obras-primas da história moderna do cinema francês, mas possui uma energia paradoxal, poética e simbólica, que resistiu à Continue reading

“Jama ko”, de Bassekou Kouyate & Ngoni Ba

capa bassekou kouyate jama ko

A sua relevância será mais exemplificativa do que outra coisa qualquer, mas, em contraponto ao desarraigamento da paz e tolerância do coração do Mali, têm surgido, também no mercado português, títulos que vêm confirmar a cultura mandinga, quiçá nas suas mais oblíquas ramificações, como um invulgar postulado de Continue reading

“Selvagens”, de Oliver Stone

capa oliver stone selvagens

John Travolta como polícia corrupto seria uma possível nomeação para o Óscar de melhor ator secundário? Blake Lively, no papel de uma namorada serenamente partilhada por dois jovens traficantes de droga, faria sentido na categoria feminina equivalente? A luz exuberante e as cores quentes da Califórnia justificariam que Daniel Mindel fosse nomeado para melhor fotografia? Sem dúvida: tudo isso teria alguma lógica… mas Continue reading