“minhamãe”, de Eugénio Roda e Gémeo Luís

“minhamãe” destaca-se pela originalidade, plural e equilibrada, efetivamente partilhada e partilhável. A dimensão universal da poética da maternidade é escrita, ilustrada, traduzida, produzida por uma equipa internacional e de intenção internacionalizante. A dupla Gémeo Luís (pseudónimo de Luís Mendonça) e Eugénio Roda (pseudónimo de Emílio Remelhe) destaca-se no panorama artístico português, não só pela originalidade da sua linguagem gráfica e articulação textual, como pelos prémios resultantes das suas regulares parcerias (também com Cristina Valadas, André Caetano e mais recentemente com André da Loba, por exemplo). “minhamãe” são 92 páginas, oito línguas (português, espanhol, francês, italiano, alemão, holandês, inglês, grego), mais uma, se quisermos – a ilustração feita de sombras, recortes de noite oriental, por certo. Oito capas, de tecido, de cores diferentes, à escolha. Na contracapa, o tato descobre o título gravado e traduzido nas diferentes línguas.

livro “minhamãe”, de Eugénio Roda [texto] e Gémeo Luís [ilustrações]
Edições Eterogémeas, 2012

 

Paula Pina:
Certo é que os aforismos, essas definições ou verdades supostamente universais, sofrem facilmente com a erosão enfadada da repetição, confirmativa, à laia de esconjuro amarelento ou silenciadora ciência. Mas a compilação de poesia de “minhamãe” instala-se subitamente no leitor, pela surpresa e pela inovação, pela musicalidade e singeleza, ou ainda pelo jogo de inversão de máximas ou referências conhecidas, conseguindo por isso descolar sorrisos. texto no Cria Cria

 

site de Eugénio Roda

site de Gémeo Luís

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s