Adam Yauch, a.k.a. MCA [1964 / 2012]

Foi graças a um concerto dos Black Flag, em 1979, que Adam “MCA” Yauch decidiu formar, com o colega de secundário Michael “Mike D” Diamond, um grupo de punk hardcore. Com a entrada de Adam “Ad-Rock” Horovitz, uns anos mais tarde, os Beastie Boys converteriam-se no trio, mais associado ao hip hop, que até hoje firmou um modo tão idiossincrático de lidar com a miríade de influências e paixões que escoram o seu vigoroso edifício ético e estético. Nascido em Brooklyn, num meio suburbano de classe média, Adam Yauch, MC, baixista, compositor e produtor, passou para a sonoridade e poesia dos Beastie Boys a ironia provocatória da experiência do teenager cool e goofy, criando em poucos minutos uma legião de fãs que se reviam nos hinos “Fight for your right (to party)” ou “No sleep ’til Brooklyn”, ambos retirados desse estrondoso êxito que foi o primeiro longa duração, “Licensed to ill” (Def Jam, 1986). Responsáveis por tornar o hip hop num fenómeno global e num movimento mainstream que transcendia a música negra, os Beastie Boys confirmaram-se finos mestres na combinação de géneros musicais nos álbum sucedâneos (os cruciais “Paul’s boutique”, de 1989, “Check your head”, de 1992, e “III communication”, de 1994). Da soul ao eletro ou do funk ao punk, quase sempre com o hip hop como referência matricial, o grupo apresentou rumos experimentais e ecléticos que os elevaram ao estatuto de banda ícone. A história de MCA confunde-se com a história dos Beastie Boys. Nunca houve na banda um líder, embora Adam Yauch tenha sido o grande fundador, o mais espiritual e politicamente consciente dos três elementos e, possivelmente, o mais refinado e profundo dos MCs. Mas Yauch foi também realizador – tendo dirigido alguns dos videoclips do grupo ou o filme “Awesome; I fuckin’ shot that!”, montado a partir de filmagens de um concerto do trio -, e fundou a produtora Oscilloscope Pictures, que produziu, por exemplo, “Wendy e Lucy” e “Temos de falar sobre Kevin”. Diagnosticado com um tumor desde 2009, o que o impossibilitou de participar ativamente nas gravações e tournée do último álbum dos Beastie Boys (“Hot sauce committee, part two”, de 2011), MCA faleceu hoje aos 47 anos. Terá ido rever o cúmplice Keith Haring no dia do seu aniversário?

 

discografia essencial dos Beastie Boys:
“Licensed to ill” [Def Jam, 1986]
“Paul’s Boutique” [Capitol, 1989]
“Check your head” [Grand Royal, 1992]
“Ill communication” [Grand Royal, 1994]
“Hello nasty” [Grand Royal, 1998]
“To the 5 boroughs” [Capitol, 2004]
“The mix-up” [Capitol, 2007]

 

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s