Daily Archives: May 2, 2012

Fernando Lopes [1935 / 2012]

Generoso cineasta das impressões, do tempo e dos afetos, Fernando Lopes (28 dezembro 1935 / 2 maio 2012) foi, como dizia, um “realizador improvável”. Cresceu numa pequena aldeia do interior do país (à qual regressou, em 1976, no singular “Nós por cá todos bem”, um misto de musical, ficção e documentário etnográfico), mas foi em Lisboa que descobriu que queria ser artesão dos sons e das imagens. Frequentou os cineclubes, partiu para Londres, de seguida para os Estados Unidos, onde foi estagiário de Nicholas Ray, e regressou com todo o fulgor a Portugal. Em 1964, filmou, muito influenciado pela estética da nouvelle vague, “Belarmino”, um dos marcos centrais da cinematografia nacional, e uma espécie de Continue reading

Advertisements

“Undun”, dos The Roots

“Undun” é a passagem de um homem a uma memória. “Undun”, que sintomaticamente soa a “undone”, é uma reflexão de extrema complexidade lírica e musical sobre a personagem Redford Stevens, um jovem que cresce no meio urbano da pobreza e que, obrigado a lutar pela sua sobrevivência, envereda pelo caminho do crime, morrendo precocemente aos 25 anos. O tema é, aparentemente, um típico tópico de hip hop, mas o coletivo aborda-o com singular subtileza e inteligência. Não há em “Undun” um elogio a um gangster ou a um mártir, mas um verdadeiro movimento introspetivo e retrospetivo (uma narrativa invertida, que começa na morte e acaba no nascimento). A maturidade dos The Roots espelha-se no modo como contam a trágica história de Redford, inspirada num tema de Sufjan Stevens com o seu nome, gravação original do Continue reading