“O rebelde salvador”, de Marc Forster

Pouco tempo depois de sair da prisão, um ex-toxicodependente alcoólatra assume um caminho de redenção radicalmente novo para a sua vida: converte-se à religião e dedica-se literalmente de corpo e alma a causas espirituais e sociais que considera que só podem vingar com a sua fé e trabalho, sejam elas na rua da pequena cidade do estado do Minnesota onde mora ou na zona de fronteira entre o Sudão e o Uganda. A história verídica de Sam Childers e da sua peculiar abordagem à defesa dos direitos humanos e das crianças num dos terrenos mais devastados pela miséria – económica e humana – do continente africano, contada agora num retrato crú e cruel, incómodo e inconformado de uma realidade que se apodera da nossa sensibilidade humanista em cada minuto de filme, em larga medida graças ao extraordinário trabalho de atores, de fotografia e de som. Mais uma louvável inflexão temática e formal de Marc Forster, realizador que já nos havia entregue películas tão distintas (no duplo sentido…) como “Depois do ódio” (“Monster’s ball”, 2001), “À procura da Terra do Nunca” (“Finding Neverland”, 2004), “Contado ninguém acredita” (“Stranger than fiction”, 2006) ou “O menino de Cabul” (“The kite runner”, 2007). 

29 dezembro [estreia nacional]
filme “O rebelde salvador” [“Machine gun preacher”], de Marc Forster, com Gerard Butler, Michelle Monaghan,…
Pris, 2011

 

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s