Daily Archives: December 26, 2011

“Sentimento” e “Noites brancas”, de Luchino Visconti

Na década que abrira com o superlativo “Belíssima” (“Bellissima”, 1951) para fechar com o igualmente histórico “Rocco e seus irmãos” (“Rocco e i suoi fratelli”, 1960), Luchino Visconti elevou ainda a sua verve autoral a níveis memoráveis nestas duas longas metragens que agora chegam ao mercado português de dvd pela mão atenta e sensível da distribuidora Alambique: “Sentimento” (“Senso”, 1954) e “Noites brancas” (“Le notti bianche”, 1957). O primeiro, tem como cenário Veneza em 1866, ou seja, durante uma das ocupações austríacas de que foi alvo. Resume a história de uma paixão – desprovida de qualquer solidez ou racionalidade – de uma condessa italiana por um oficial austríaco, por quem deita tudo a perder, traindo até o seu país. Por seu lado, “Noites brancas” é uma obra que não é tão citada junto das essenciais de Visconti como é “Sentimento”, mas que não deixa de ser tão ou mais arrebatadora. Extraordinário momento do (neo)realismo viscontiano, testemunha a breve história comum de dois solitários com interesses afetivos que gradualmente vão convergindo – até ao ponto em que se tocam apenas para, de imediato, se afastarem em definitivo. A matéria narrativa parte do conto homónimo escrito na juventude (1848) de Fyodor Dostoyevsky. Os rigorosos desempenhos de Marcello Mastroianni e Maria Schell, a música de Nino Rota e a vibrante fotografia a preto e branco (particularmente enfatizada na versão restaurada que aqui se apresenta) fazem o resto. Continue reading

Advertisements