“Clarice Lispector – A hora da estrela”, na Fundação Calouste Gulbenkian

clarice lispector

Com extensa e amada obra publicada, dispersa por livros, jornais e revistas, Clarice Lispector (10 dezembro 1920 / 9 dezembro 1977) é neste ano alvo de merecida atenção em Portugal, no âmbito do Ano do Brasil em Portugal, que a ela dedica a imperdível exposição “A hora da estrela”, patente na Galeria de Exposições Temporárias da Fundação Calouste Gulbenkian a partir da próxima sexta feira, 5 de abril. Resultando de um trabalho de conceção e design inteligente, criativo, adequadamente minimal, de Daniela Thomas e Felipe Tessara, e com a curadoria de Júlia Peregrino e Ferreira Gullar (seguindo recomendações e pedidos do filho da escritora), mais do que uma perspetiva biográfica e cronológica, a exposição obriga-nos a olhar, a procurar, a descobrir as palavras, o olhar, a voz de Clarice Lispector, ao longo dos seis núcleos principais de que se compõe – revelando tanto quanto esconde, encenando tanto quanto de verdade e simplicidade descobre, em vislumbres etéreos e em transparências lúcidas, na branca negrura, dura, quotidiana e claustrofóbica, e em mil secretas gavetas se decompõe.

Paula Pina

5 abril > 23 junho
exposição “Clarice Lispector – A hora da estrela”
Fundação Calouste Gulbenkian, Lisboa

 

ler texto integral no Cria Cria

 

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s