Eleanor Friedberger ao vivo em Lisboa e em Guimarães


Depois da passagem relâmpago por um festival lisboeta em dezembro, a metade feminina dos irmãos Friedberger regressa a Portugal para o segundo concerto em nome próprio. No ano passado, e aproveitando a deixa da pausa ainda sem fim anunciado dos monumentais The Fiery Furnaces, Eleanor deu umas tréguas ao rock fractal e esclarecidamente esquizoide do duo de “Blueberry boat”, aventurando-se na composição com “Last summer”, uma emotiva viagem poética e sonora, temperadamente nostálgica e arrojada. Friedberger revisita o passado através de fotografias e narrativas que recria, recupera reminiscências de Nova Iorque e Los Angeles e evoca memórias do seu imaginário pessoal e musical, sem cair, porém, em revivalismos ocos. “Last summer” é um misto de reinvenções das referências de Eleanor. Se, por um lado, o psicadelismo pop dos anos 80 ressoa nesse hino aos erros e fracassos da adolescência que é “My mistakes”, temos também funk sintetizado em “Roosevelt Island” (uma tentativa confessada de soar a Stevie Wonder) e lembranças folk em “One-month marathon” e na solarenga “Early earthquake” (canção síntese do disco) com direito, inclusivamente, a harmónica à la Bob Dylan. A reverberação das linhas de baixo, a guitarra acústica de Eleanor, mas sobretudo os teclados (porque os “descobriu” subitamente no “verão passado”, como uma epifania, e foi a partir deles que compôs todo o álbum), dão o mote para este solilóquio camuflado pelos lugares da adolescência, que se passeia entre Seventh Ray, na Califórnia, “Owl’s Head Park”, em Nova Iorque, ou os espaços das sensações e impressões convocadas pelas “Scenes from Bensonhurst”. Com cheiro a final de verão, é este universo, que se guarda e reordena no coração, que Eleanor Friedberger nos fará reconhecer hoje na Zé dos Bois, em Lisboa, e amanhã no Centro Cultural Vila Flor, em Guimarães. Concertos imperdíveis para quem ainda acredita que a morte da pop pode efetivamente demorar mais uns dias a chegar…

14 + 15 maio, 10 pm
concertos de Eleanor Friedberger
Galeria Zé dos Bois, Lisboa [dia 14]
Centro Cultural Vila Flor, Guimarães [dia 15]

 

site de Eleanor Friedberger

 

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s