Daily Archives: January 12, 2012

“Road to nowhere – Sem destino”, de Monte Hellman

É um filme que (con)funde realidade e ficção, intriga e especulação, suicídio e homicídio, cinema e amor (cinema com base num amor e amor com base no cinema), uma atriz demasiado parecida com a personagem que vai interpretar e diversas outras rimas que transformam a poesia abstrata da sua ação no mais fascinante puzzle cinematográfico estreado por cá em 2011 (nivelando-se, nessa perspetiva, apenas com o igualmente histórico “A árvore da vida”, de Terrence Malick). Ou, seguindo a citação do próprio Monte Hellman impressa na contracapa do dvd, “Este filme é um enigma impossível. Cabe a cada espetador resolvê-lo sozinho.” O realizador, que completa em julho 80 anos, concebe nesta sua primeira longa metragem em mais de duas décadas um filme dentro de outro filme, fulgurante súmula das Continue reading

Advertisements