Daily Archives: January 2, 2012

“How the thing sings”, de Bill Orcutt

O guitarrista norteamericano Bill Orcutt faz música para quem procura constantemente o som da surpresa, não para ouvidos que apenas queiram mais do mesmo, não para quem se satisfaz somente com o que já conhece, com o seguro ou com o previsível. Esta é música de arte de vanguarda, de desafio, de extremo, de exceção. Assumidamente hard listening. Hipótese de confluência desconstrucionista do improv, do punk e dos blues mais primários, o recente álbum “How the thing sings” (tal como o anterior, o impoluto e histórico “A new way to pay old debts”, de 2009) apresenta música de extremo envolvimento físico com Continue reading

Advertisements