“Day breaks”, de Norah Jones

capa-norah-jones-day-breaks

Um colossal corpo celeste de tão singela aparência – é assim a natureza de uma estrela. Um mistério que inversamente se aplica a Norah Jones, rútila estrela mor de uma galáxia artística de fachada jazzística, astronómica na sua projeção e prestígio mediático, e, no entanto, tão miraculosamente lhana num plano mais detalhado. Essa é a matéria ética e estética por si cabalmente corroborada neste mirífico “Day breaks”, súmula do seu intrépido trilho criativo: a grandiosidade de uma tão “diminuta” voz faz-se amplificar em parcimoniosas notas, onde tudo é subtil, gracioso, frugal, sóbrio, sagaz, substantivo, dramático, fatal. Só uma arquetípica Norah Jones se efetiva aqui: a respiração imperturbável; o respeito pelo tempo sagrado de cada som, de cada palavra, de cada fantasia melódica; a eloquência de um suspiro; a venustidade de uma pausa; a aventura de um silêncio. É um pouco desse desígnio que narra no introito de “Flipside”, paradoxalmente a mais fremente canção do programa (imbuída da assinatura legada por Les McCann e Eddie Harris à obra prima “Compared to what”, de Eugene McDaniels): “I tried to get high, but you wanted me low / Good things are happenin’, but happenin’ slow / It’s some kind of mystery from long ago / I finally know who I’m supposed to be / My mind was locked, but I found the key”. Qual o seu mistério? Parafraseando o poeta Renato Russo, “o maior mistério é não ter mistério algum”.

Bruno Bènard-Guedes

disco “Day breaks”, de Norah Jones
Blue Note / Universal, 2016

 

texto originalmente publicado no Jornal de Letras n.º 1202, de 26 outubro 2016

 



Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s