“The paperboy – Um rapaz do sul”, de Lee Daniels

lee daniels the paperboy

Desde que o seu romance “Paris trout” foi adaptado por Stephen Gyllenhaal (num filme de 1991, com Dennis Hopper), Peter Dexter transformou-se numa espécie de marginal dentro do sistema. Dir-se-ia que os seus projetos mantêm uma relação de incómoda ambiguidade com as tradições do thriller americano. Exemplo revelador: esse grande filme falhado que é “Mulholland Falls” (1996), escrito por Dexter e dirigido por Lee Tamahori. Digamos que “The paperboy” supera, definitivamente, tais problemas. Inspirado noutro dos seus romances, com Dexter a partilhar com Lee Daniels a autoria do argumento, o filme consegue uma proeza francamente inesperada: encenar um drama do sul dos Estados Unidos, recuperando um tom carnal e convulsivo que o coloca na árvore genealógica do mais nobre classicismo de Hollywood. Talvez por isso, um pouco por todo o lado (a começar pelo Festival de Cannes, onde integrou a secção competitiva de 2012), “The paperboy” tem suscitado as mais cínicas formas de indiferença. É pena que essa cegueira simbólica nem sequer se demore um pouco a observar o génio interior de Nicole Kidman – não é todos os dias que uma atriz de tão sofisticado glamour se transfigura numa dama de bizarro pudor, capaz de condensar, afinal, o erotismo cruel da paisagem.

João Lopes

dvd “The paperboy – Um rapaz do sul” [“The paperboy”], de Lee Daniels, com Matthew McConaughey, Nicole Kidman, John Cusack, Zac Efron,…
Zon, 2012 / 2013

 

texto no Sound + Vision

 

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s