“Bling Ring – O gangue de Hollywood”, de Sofia Coppola

sofia coppola the bling ring

Como foi amplamente divulgado, ao realizar esta sua quinta longa metragem, Sofia Coppola decidiu abordar um episódio verídico da história recente de Hollywood: em cena estão as aventuras e desventuras de um grupo de adolescentes que se especializou em assaltar casas de celebridades do entertainment, roubando joias, roupas, etc., num valor que ultrapassou os três milhões de dólares. O certo é que Coppola está muito longe de o fazer com o espírito “sociológico” que domina o discurso corrente dos media contemporâneos. Em boa verdade, o seu tema é menos a evidência crua dos roubos e mais aquilo que parece ser o verdadeiro motor da ação das personagens: não a riqueza dos “famosos”, mas… a própria “fama”. Nesta perspetiva, “The Bling Ring” é um objeto que, na sua aparente ligeireza, toca uma perturbante conjuntura mitológica: há toda um imaginário juvenil cuja elaboração do real possui como único ponto de fuga a miragem do mais pueril êxtase de riqueza. Que Coppola o faça também através da reconversão de uma atriz como Emma Watson, eis o que pode resumir o valor simbólico do seu trabalho: de noiva casta do impossível Harry Potter, ela passa, finalmente, a existir como entidade viva do cinema. Não é todos os dias que alguém reencontra, assim, o direito à sua própria nobreza de atriz.

João Lopes

8 agosto [estreia nacional]
filme “Bling Ring – O gangue de Hollywood” [“The Bling Ring”], de Sofia Coppola, com Katie Chang, Emma Watson,…
Zon, 2013

 

texto no Sound + Vision

 

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s