“Uma família respeitável”, de Massoud Bakhshi

massoud bakhshi uma familia respeitavel

Abbas Kiarostami, Jafar Panahi, Asghar Farhadi,… Pensamos nos muitos (e notáveis) filmes do Irão que conhecemos e, de uma maneira ou de outra, somos levados a perguntar como é que neles se retrata uma sociedade que sabemos complexa, enigmática, porventura impenetrável. Seja como for, talvez valha a pena inverter essa expetativa, perguntando antes: que sociedade vemos através das histórias e personagens desses filmes? “Uma família respeitável” pode ajudar-nos a responder. De facto, através da odisseia de um professor que regressa ao seu país para resolver uma teia de questões jurídicas relacionadas com a morte do pai, a primeira e mais forte sensação é a de uma sociedade em que cada um existe apenas através da ilusão de alguma máscara. Do logro familiar à impostura estatal (por vezes unidos pela mais silenciosa corrupção), Massoud Bakhshi confronta-nos com um universo em que o simples reconhecimento da diferença do outro parece estar, momento a momento, ameaçado. Sendo ele um cineasta formado na área documental, isso ajudará a definir a proeza desta sua primeira longa metragem de ficção: elaborar uma perturbante e reveladora arquitetura dramática, mantendo uma respiração e uma urgência que, por princípio, associamos à mais realista das reportagens.

João Lopes

1 agosto [estreia nacional]
filme “Uma família respeitável” [“Yek khanévadéh-e mohtaram”], de Massoud Bakhshi, com Babak Hamidian, Mehrdad Sedighian,…
Alambique, 2012 / 2013

 

texto no Sound + Vision

 

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s