Monthly Archives: November 2012

“Nos sonhos começam as responsabilidades e outras histórias”, de Delmore Schwartz

capa delmore schwartz nos sonhos comecam as responsabilidades

Poeta de exceção, criador de alguns dos mais emblemáticos contos que vibram por ter Nova Iorque como cenário, voz rigorosamente ímpar da moderna literatura americana, Delmore Schwartz (1913 / 1966) pode ser lido ou relido através de “Nos sonhos começam as responsabilidades” e do conjunto de Continue reading

Advertisements

“Procurem abrigo”, de Jeff Nichols

Estreado há poucos meses nas salas de cinema, a segunda longa metragem do realizador norteamericano Jeff Nichols chega agora, para nosso regozijo, ao mercado nacional de home video. “Procurem abrigo” é uma assombrosa interpelação visual e narrativa ao espetador, num desconcertante drama que lança tópicos intemporais como o pânico escatológico, o descontrolo psicótico ou a dúbia definição de contornos entre o real e o ficcional. Michael Shannon dá corpo ao atormentado Curtis LaForche, um homem de família do Ohio que começa a crer numa Continue reading

“Breve história de quase tudo”, de Bill Bryson

capa bill bryson breve historia de quase tudo

Não sendo um cientista, Bryson encanta-nos porque consegue ser profundo e densamente sustentado, coerente, sem cedências, escrevendo com a paixão do viajante, cativando como um contador de histórias, fazendo rir com o deleite de quem Continue reading

“Os manuscritos de Aspern”, de Henry James

capa henry james os manuscritos de aspern

Uma novela que representa um dos mais subtis “divertimentos” do escritor britânico Henry James (1843 / 1916), nome central do realismo literário do séc. XIX, autor de obras como “The turn of the screw”, “The portrait of a lady” ou “Daisy Miller”. A odisseia dos escritos do Continue reading

“Ninguém sabe” e “Andando”, de Hirokazu Kore-eda

capa hirokazu koreeda andando

Depois da exibição em salas nacionais do último filme do realizador Hirokazu Kore-eda, o magnífico “O meu maior desejo”, a Leopardo Filmes recupera agora duas outras notáveis produções do criador nipónico. “Ninguém sabe” e “Andando” (de 2004 e 2008, respetivamente) tiveram celebrada estreia comercial no nosso país, e encontram-se nesta reedição conjunta que enfatiza o Continue reading