Nikias Skapinakis no Museu Berardo, Lisboa

Abre hoje ao fim da tarde e pode ser vista até ao dia 24 de junho, no Museu Coleção Berardo, Lisboa, a mais abrangente exposição já montada em redor do trabalho do pintor português Nikias Skapinakis. Embora o Centro de Arte Moderna da Fundação Calouste Gulbenkian, o Museu do Chiado ou a Fundação Serralves já tenham dedicado mostras a este nome maior da nossa pintura, aquilo que podemos ver em “Nikias Skapinakis – Presente e passado, 2012-1950”, mais do que uma retrospetiva, é uma escolha do próprio pintor de uma série de obras que marcam e resumem o seu trabalho. A sua seleção viaja do presente para o passado, e inicia-se com considerações sobre as suas influências, as suas origens e a sua visão da pintura enquanto processo de conhecimento que aflora da experiência dos sentidos. O trabalho aqui patente perpassa o pensamento (profundamente inquietante e metafísico) e as fases multifacetadas de Skapinakis, conseguindo surpreender a cada passo pela sua riqueza formal e conceptual. Vemos documentos, fotografias, catálogos, livros, jornais e artigos (do pintor e dos seus seguidores e estudiosos), mas sobretudo uma mostra inigualável de telas dos mais distintos períodos da obra do artista, com particular destaque para a série “Quartos imaginários” (onde a arte se refere à própria arte, com Skapinakis homenageando de forma única aqueles que “gostaria de ter conhecido” — Duchamp, Munch, Blake, Magritte, Gauguin, El Greco, Chagall,…) e para a sequência “Para o estudo da melancolia em Portugal” (onde pinta as tertúlias e o tédio da sociedade portuguesa dos anos 50 e 60). Pintor das fulgurações da natureza, das cores e também dos vultos da cidade de Lisboa, Skapinakis procura incessantemente a essência das coisas, sem certezas de que ela exista. O seu profundo sentido metafísico e lírico, que pode ser devidamente apreciado nesta exposição, faz não só da sua obra, como também da sua figura, presença incontornável da história e da arte portuguesa contemporânea.

28 março > 24 junho
exposição “Nikias Skapinakis – Presente e passado, 2012-1950”
Museu Coleção Berardo, Lisboa

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s