“Christ everlasting”, de Charles Gayle Trio

capa charles gayle trio christ everlasting

Tal como essoutro todo-poderoso-saxofonista Charles (Lloyd), este todo-poderoso-saxofonista Charles (Gayle) é um homem de fé, esperança e caridade, devotando os rituais de consagração professados pela sua música ao desígnio da revelação eclesiástica como via para a ascese anímica e sónica. Correligionários do mistério da salvação do gospel e dos blues pelo culto dos evangelhos do hard bop e do free jazz do “Pai” John Coltrane, Charles Gayle louva como “Filho”, enquanto Charles Lloyd ora como “Espírito Santo”. Neste “Christ everlasting”, novo testamento do vital vigor e da transcendental maturidade do saxofone tenor e do piano do americano Gayle – coadjuvado pelos acólitos Ksawery Wójciński e Klaus Kugel (um baixo polaco e uma bateria alemã, respetivamente) -, “cantam-se” hinos expressionistas a uma cristologia especulativa, espécie de liturgia catártica que ecoa uma abstrata doutrina de adoração, epifania e redenção – sobretudo se ouvida nestes dias de advento, de agonia geopolítica e de profecias escatológicas. Uma inusitada eucaristia sacramental, composta por cinco homilias do trio e por quatro parábolas de outros tantos messias – “Ghosts”, de Albert Ayler, “Oleo”, de Sonny Rollins, “Well you needn’t”, de Thelonious Monk, e “Giant steps”, de… John Coltrane -, que nunca cede à tentação de soar a proselitismo cego. Sagrado Natal, este que se celebra com tamanha espiritualidade, amor e graça.

Bruno Bènard-Guedes

disco “Christ everlasting”, de Charles Gayle Trio
ForTune / import. Flur, 2015

 

texto originalmente publicado no Jornal de Letras n.º 1179, de 9 dezembro 2015

 

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s