“Popular problems”, de Leonard Cohen

capa leonard cohen popular problems

A celebração dos 80 anos do cantor e compositor chegou sob a forma de um disco que emparelha um órgão blues e o piano elétrico ao serviço do mordaz lírica que Leonard Cohen cicia incomparável e lentamente, num trotear rítmico paulatino, como o próprio observa na canção de abertura, “Slow”. Produzido, co-composto e instrumentalmente liderado por Patrick Leonard, o projeto sucessor do imaculado “Old ideas” revela que as lendas não se demovem com o eclipsar do tempo. O evangelho comedido e consistente de Cohen dá corpo à poética narrativa que transparece uma postura contemplativa, distanciada das emoções que canta como quem já vislumbrou muito de tudo. “Popular problems” é um momento de reflexão em tempos problemáticos, uma escapadela noturna com palavras contundentes mas com a simultânea leveza aparente de quem toca questões profundas através de metáforas sussurradas. Entre “Almost like the blues”, “Nevermind” ou “Born in chains” ressoa a voz barítona de Cohen num humor cáustico acompanhado de um vívido coro feminino e instrumentos digitalmente alinhados nos quais vibram, por vezes, laivos country. Nove faixas enlevadas pela tragédia dos tempos modernos vociferada, vagarosa, entre versos politizados que acentuam a voz nunca acrítica do artista.

disco “Popular problems”, de Leonard Cohen
Columbia / Sony, 2014

 

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s